Tem mas acabou (1996)

“Protesto que a gente fez, assim bem humorado, porque os nossos discos estavam sempre em falta.”
(Fernanda Takai, em entrevista a TV Queijo Elétrico, 2013)

.

Show de divulgação do disco no programa Bem Brasil, da TV Cultura

“Em algum momento depois do segundo disco, o Pato Fu decidiu que precisava de um baterista. O teste para a vaga foi acompanhar “Rotomusic de Liquidificapum”, e Xande Tamietti passou com louvor. ‘Tem Mas Acabou” é o primeiro disco da banda como um quarteto, e isso fica nítido desde a dobradinha de abertura “Nós Mês” e “Água”. Produzido pelo amigo André Abujamra, é claramente um disco de transição, com a banda tateando os rumos que poderiam tomar com o novo integrante. Tem um clássico instantâneo, “Pinga” – que mais tarde foi limada dos shows pela banda – e uma favorita dos fãs, “Little Mother of Sky”, que mostra o entrosamento instantâneo da recém-formada cozinha rítmica. É neste disco também que John começa a mostrar melhor seus dotes de guitarrista, construindo ótimos riffs suingados. As esquizofrenias ainda se fazem presentes, mas apenas em “Capetão 66.6 FM”, uma das poucas músicas que permaneceu no repertório dos shows através dos anos. Curiosidade: “Por Que Te Vas”, do compositor espanhol José Luis Perales, fez sucesso mundial nos anos 1970 e embala algumas cenas do filme “Cria Cuervos”, de Carlos Saura.”

(“Discografia Comentada: Pato Fu” por Tiago Agostini para Scream & Yell)

ctrl+z

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s